Comunicação Tecnológica e Desmaterialização da Economia

Ref: 978-85-473-0986-2

Novas Perspectivas para Entender Crises Financeiras


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0986-2


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 171


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Tales Tomaz.

A crise de 2008 está completando uma década e, longe de estar resolvida, seu fantasma ainda paira sobre a economia global. Para tentar entender o que aconteceu e preparar governos, empresas e cidadãos para cenários futuros, diversas explicações para bolhas e crises financeiras surgiram desde então – a maior parte retomando economicismos clássicos e restringindo o fenômeno exclusivamente a questões e decisões político-econômicas. Este livro lança um olhar diferente sobre essas crises. Ele explora a hipótese de que o crucial nesses acontecimentos não está tanto na capacidade decisória dos agentes do mercado, mas em um processo mais profundo, que ainda estamos longe de ver e entender da forma necessária: o enraizamento da comunicação em tempo real. Este livro propõe que a desmaterialização da existência, operada pela invenção da comunicação a distância em tempo real, é o principal vetor de articulação das crises, incluindo as financeiras. Na cibercultura, isto é, na época em que as tecnologias digitais distribuíram o tempo real em todos os processos do cotidiano, essa desmaterialização atinge uma escala antes inimaginável, precipitando crises nas mais diversas áreas, inclusive na economia. Ao fazer uma releitura das mudanças no capitalismo do século XX a partir desse prisma, o autor demonstra que as chamadas bolhas e crises financeiras, longe de serem disfunções do sistema, fazem parte do seu próprio modus operandi. A crise que realmente existe está em outro lugar: é a crise da desmaterialização da economia e, de uma forma geral, da existência.