A Sociologia da Educação no Brasil: Da Origem Teórica à Diversidade da Produção Acadêmica

Ref: 978-65-250-2027-3

Este livro é resultado de um estudo sobre a trajetória da sociologia da educação no Brasil a partir da produção acadêmica. A pesquisa realizada procurou analisar as raízes teóricas das temáticas estudadas em sociologia da educação desde a década de 1970 ao longo da trajetória histórica da sociologia brasileira, uma vez que ela chega ao Brasil pela educação básica. O estudo apontou que além dos clássicos Durkheim, Marx e Weber, diversos autores franceses, alemães, ingleses e estadunidenses analisaram a educação influenciando a sociologia da educação brasileira de forma teórica, epistemológica e metodológica.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 47,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-2027-3


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 19/01/2022


Número de páginas: 123


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Talita Cristine Rugeri.

Este livro é resultado de um estudo sobre a trajetória da sociologia da educação no Brasil a partir da produção acadêmica. A pesquisa realizada procurou analisar as raízes teóricas das temáticas estudadas em sociologia da educação desde a década de 1970 ao longo da trajetória histórica da sociologia brasileira, uma vez que ela chega ao Brasil pela educação básica. O estudo apontou que além dos clássicos Durkheim, Marx e Weber, diversos autores franceses, alemães, ingleses e estadunidenses analisaram a educação influenciando a sociologia da educação brasileira de forma teórica, epistemológica e metodológica. Talita Rugeri faz um levantamento dos temas estudados pelos pensadores estrangeiros e de como as suas teorias foram incorporadas nas pesquisas nacionais, traçando os principais sociólogos e sociólogas brasileiros por períodos e temas de pesquisa. A autora traz também que um fator determinante para a sociologia da educação no Brasil foi o processo de entradas e saídas da sociologia da educação básica e o seu retorno ao ensino médio em 2009, alterando assim as agendas de pesquisa e movimentando os debates sociológicos. Nesse sentido esta obra nos permite pensar a educação enquanto um campo da sociologia no Brasil, a partir da relação dos contextos históricos e da circulação de teorias e temáticas sociológicas em território nacional.