Jornalismo e Educação: Competências Necessárias à Prática Educomunicativa

Ref: 978-65-250-2031-0

O livro JORNALISMO E EDUCAÇÃO: COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS À PRÁTICA EDUCOMUNICATIVA demonstra que o lugar do jornalista não se limita às redações dos veículos de imprensa. As competências desse profissional, de apurar, checar e relatar a realidade, são demandadas no âmbito da educação básica, para formar cidadãos aptos a lidar de modo crítico e criativo com a informação.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 47,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 16,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-2031-0


ISBN Digital: 978-65-250-2026-6


Edição:


Ano da edição: 2022


Data de publicação: 01/02/2022


Número de páginas: 161


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Bruno Ferreira.

O livro JORNALISMO E EDUCAÇÃO: COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS À PRÁTICA EDUCOMUNICATIVA demonstra que o lugar do jornalista não se limita às redações dos veículos de imprensa. As competências desse profissional, de apurar, checar e relatar a realidade, são demandadas no âmbito da educação básica, para formar cidadãos aptos a lidar de modo crítico e criativo com a informação.
Dessa forma, a obra discute como a conduta ativa do jornalismo pode inspirar práticas pedagógicas que estimulem a investigação por parte do aluno, além de fazer o caminho inverso: apresentar práticas jornalísticas que prezam por valores reforçados há tempos no campo da educação, como o diálogo e a participação, que qualificam o trabalho de apuração da realidade e de democratizar os processos de gestão editorial, subvertendo a lógica autoritária presente na imprensa tradicional de que o editor é quem dá a palavra final sobre o produto jornalístico.
Essa inter-relação foi vivida e pesquisada pelo autor, que, formado em jornalismo, construiu sua carreira aplicando seus conhecimentos e habilidades jornalísticas em atividades formativas de jovens e educadores. nesse sentido, Bruno Ferreira conta, em momentos do livro, episódios de sua carreira que ilustram ou fundamentam as reflexões que faz. Além disso, apresenta histórias, valores e rotinas laborais de profissionais de jornalismo dedicados à educomunicação, área de intervenção social que agrega habilidades jornalístico-midiáticas, com a finalidade de enriquecer os processos educativos. Assim, busca estruturar as competências necessárias para atuar nesse campo.
A obra envolve relatos pessoais do autor, conceitos basilares na inter-relação jornalismo e educação, além de pesquisa empírica com jornalistas que trabalham numa perspectiva educomunicativa, em organizações do terceiro setor brasileiro.