Programação de TV: Conceitos, Estratégias, Táticas e Formatos

Ref: 978-65-250-2336-6

O livro Programação de TV: conceitos, estratégias, táticas e formatos apresenta e explica os principais conceitos, estratégias, táticas e formatos que norteiam as decisões sobre a estruturação e as alterações das grades de programação de emissoras de TV a partir da busca constante por prestígio, faturamento e audiência. Também contextualiza e discute a importância da programação de TV como fluxo contínuo de transmissão audiovisual de canais abertos e por assinatura que vai além da arquitetura da grade. Esmiuça estratégias e táticas de programação que podem ser implementadas pelos gestores das emissoras, organizando-as em estratégias de localização dos programas na grade; de formato e conteúdo dos programas; de personagem, elenco e narrativa. Discute a complexidade narrativa nas obras ficcionais e as estratégias e práticas transmidiáticas, e analisa como a convergência de mídias, os aplicativos e as redes sociais influenciam os regimes espectatoriais para diferenciar as formas como o público consome a programação televisiva.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 69,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-2336-6


Edição:


Ano da edição: 2022


Data de publicação: 23/02/2022


Número de páginas: 353


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Renato Tavares Junior.

O livro Programação de TV: conceitos, estratégias, táticas e formatos apresenta e explica os principais conceitos, estratégias, táticas e formatos que norteiam as decisões sobre a estruturação e as alterações das grades de programação de emissoras de TV a partir da busca constante por prestígio, faturamento e audiência. Também contextualiza e discute a importância da programação de TV como fluxo contínuo de transmissão audiovisual de canais abertos e por assinatura que vai além da arquitetura da grade.

Esmiuça estratégias e táticas de programação que podem ser implementadas pelos gestores das emissoras, organizando-as em estratégias de localização dos programas na grade; de formato e conteúdo dos programas; de personagem, elenco e narrativa. Discute a complexidade narrativa nas obras ficcionais e as estratégias e práticas transmidiáticas, e analisa como a convergência de mídias, os aplicativos e as redes sociais influenciam os regimes espectatoriais para diferenciar as formas como o público consome a programação televisiva.

Ainda, esclarece as principais métricas de aferição de audiência de TV e de investimento publicitário nesse meio a partir de seus modelos de negócio, e detalha os formatos intraprogramas (dentro dos programas) e interprogramas (entre os programas) relacionados à venda de espaço para publicidade e às demandas autopromocionais para divulgação da programação.

O livro contextualiza conceitos teóricos, técnicos, estratégicos e mercadológicos da TV, discute a relação entre a televisão e o tempo, a ideia da programação como presente contínuo e os conceitos de presença televisiva e stimmung (resultante da atmosfera do programa e da ambiência do espectador) com as especificidades dos programas gravados e ao vivo, bem como das estratégias de “tempo atual” e “tempo real”.

Ademais, especifica modelos de organização da grade e contextualiza as atribuições dos gestores e profissionais do departamento de programação, discorre sobre a importância social da crítica de TV e o uso da autorreferencialidade por meio da metatelevisão. Tendo em vista a relevância das emissoras de TV na sociedade contemporânea, a obra categoriza e organiza conceitos, estratégias, táticas e formatos que definem suas programações visando à conquista do público e dos anunciantes.