Quando as Palavras Assombram: O Ensino da Seleção Lexical em Contos de Assombração

Ref: 978-65-250-2193-5

Nós, professores do ensino fundamental, enredamo-nos em um emaranhado de conflitos pedagógicos nas últimas décadas... De um lado, as proposições curriculares contemporâneas nos desafiam a mudanças radicais no tratamento didático aos conteúdos; de outro, a tentativa de correspondê-las na prática põe em evidência as limitações de nossa formação profissional e acadêmica. Mas, a exemplo das clássicas narrativas, compomos o tipo de protagonista incansável, que se mantém persistente em seu propósito, embora não lhe faltem obstáculos e perigos.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-2193-5


Edição:


Ano da edição: 2022


Data de publicação: 04/03/2022


Número de páginas: 138


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Antonia Mikelce Souza da Silva.

Nós, professores do ensino fundamental, enredamo-nos em um emaranhado de conflitos pedagógicos nas últimas décadas... De um lado, as proposições curriculares contemporâneas nos desafiam a mudanças radicais no tratamento didático aos conteúdos; de outro, a tentativa de correspondê-las na prática põe em evidência as limitações de nossa formação profissional e acadêmica. Mas, a exemplo das clássicas narrativas, compomos o tipo de protagonista incansável, que se mantém persistente em seu propósito, embora não lhe faltem obstáculos e perigos.
Foi exatamente em uma dessas buscas incansáveis de superar as contrariedades do ensino de Língua Portuguesa e conquistar um desfecho favorável à nossa ação docente que o livro Quando as palavras assombram foi gerado.
Metáforas à parte, o presente livro, fruto de experiências propositivas e investigativas, reúne práticas didáticas intermediadas por metodologias ativas, que visam associar o ensino de conteúdos linguísticos (como a seleção lexical) na perspectiva da composição dos sentidos e da textualidade, ao mesmo tempo que favorecem o protagonismo e a autonomia dos estudantes.
Nossa pretensão, com ele, é divulgar àqueles que compartilham das mesmas inquietações pedagógicas algumas possibilidades interventivas para o desafio de ensinar a produzir textos que articulem o tão versátil jogo das palavras e cumpram seu propósito comunicativo.
Almejamos, sinceramente, que as proposições aqui publicadas sejam desfrutadas, experimentadas e alargadas no rico universo da sala de aula! E que, assim, mais escolas se assombrem com belas e boas práticas de ensino!