Na sua Escola tem Racismo? Na Escola do Brejinho Tem! Contornos do Racismo Institucional na Educação Escolar

Ref: 978-65-250-2273-4

A partir de uma comunidade escolar majoritariamente negra, o racismo institucional é percebido como naturalizado e entranhado nesse cotidiano, só os estudantes o percebiam e o apontaram: “Uma vez foi comigo! Que me xingaram por causa da minha cor”. A escola do Brejinho entrelaça-se à trajetória da autora em 2013, quando ela se muda para Cuiabá, a fim de cursar o mestrado em Educação.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 42,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 18,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-2273-4


ISBN Digital: 978-65-250-2301-4


Edição:


Ano da edição: 2022


Data de publicação: 11/03/2022


Número de páginas: 143


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Flávia Gilene Ribeiro.

A partir de uma comunidade escolar majoritariamente negra, o racismo institucional é percebido como naturalizado e entranhado nesse cotidiano, só os estudantes o percebiam e o apontaram: “Uma vez foi comigo! Que me xingaram por causa da minha cor”. A escola do Brejinho entrelaça-se à trajetória da autora em 2013, quando ela se muda para Cuiabá, a fim de cursar o mestrado em Educação. A escola, criada em 1985, até o ano de 2013 nunca havia recebido uma reforma; os estudantes não se comprometiam com o bom andamento da escola; os docentes estavam visivelmente frustrados e desmotivados; e o Ideb da escola foi zero, por duas vezes consecutivas. Esta obra pretende demonstrar como o racismo e seu caráter exploratório e segregante são partes estruturantes da construção da sociedade brasileira, assim como esse entendimento pode desencadear ações antirracistas com as quais se pode alcançar uma transformação dessa mesma sociedade.