Conexões Insuspeitas: Mapas Conceituais, Pirâmide Informacional e a Formação de Professores

Ref: 978-65-250-1217-9

No senso comum, a temática “radiação” está associada tanto a aplicações e efeitos maléficos, como bombas nucleares, acidentes, desenvolvimento de câncer e morte, quanto a aplicações benéficas, como exames de raios X e tratamento de câncer. Sendo um tema atual, interdisciplinar e que traz fortes relações entre ciência, tecnologia e sociedade — além de estar amplamente presente nas propostas curriculares, como a Base Nacional Comum Curricular —, professores que atuam no ensino fundamental II necessitam de embasamento teórico que suscite discussões que promovam a aquisição de novos conhecimentos e que acarretem mudanças conceituais, anulando ou reduzindo visões distorcidas sobre radiação.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 42,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-1217-9


Edição:


Ano da edição: 2022


Data de publicação: 23/03/2022


Número de páginas: 107


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Gabriela Carvalho Queiroz.

2. Carlos Roberto Senise Junior.

3. José Bento Suart Júnior.

No senso comum, a temática “radiação” está associada tanto a aplicações e efeitos maléficos, como bombas nucleares, acidentes, desenvolvimento de câncer e morte, quanto a aplicações benéficas, como exames de raios X e tratamento de câncer. Sendo um tema atual, interdisciplinar e que traz fortes relações entre ciência, tecnologia e sociedade — além de estar amplamente presente nas propostas curriculares, como a Base Nacional Comum Curricular —, professores que atuam no ensino fundamental II necessitam de embasamento teórico que suscite discussões que promovam a aquisição de novos conhecimentos e que acarretem mudanças conceituais, anulando ou reduzindo visões distorcidas sobre radiação. Este livro traz uma pesquisa desenvolvida com o objetivo de analisar a formação inicial de professores de Ciências pelo curso de Ciências (licenciatura) da Universidade Federal de São Paulo e debruça-se sobre como licenciandos articulam os conhecimentos de radiação desenvolvidos ao longo do curso, fazendo uso do diálogo entre duas metodologias de análise cognitiva: mapas conceituais e pirâmide informacional. Valendo-se dessas duas metodologias, e em um formato inovador e que não apenas explicita, mas qualifica, em ordem cognitiva, os conhecimentos do sujeito, os pesquisadores buscam, no ideário dos licenciandos, como o curso tem promovido a elaboração de conhecimentos atrelados às demandas de habilidades propostas nos documentos oficiais.