Macabéa, Pobre Macabéa: Desamparo e Feminilidade no Romance Clariciano

Ref: 978-65-5820-765-8

O livro que você tem em mãos agora é fruto de um desejo genuíno e de um estado alarmante de reconhecimento do desamparo humano. Quando a autora deparou-se com Macabéa, soube, assim como Rodrigo S.M. sabia, que não podia se abdicar de falar sobre a vida dessa pobre criatura. Assim, o livro aborda as noções de feminilidade e de desamparo a partir da leitura do último romance da escritora Clarice Lispector, intitulado A hora da estrela. O percurso metodológico adotado no presente estudo consiste em uma revisão bibliográfica que privilegia o referencial teórico freudiano.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 44,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 19,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5820-765-8


ISBN Digital: 978-65-5820-764-1


Edição:


Ano da edição: 2022


Data de publicação: 23/03/2022


Número de páginas: 145


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Jéssica Samantha Lira da Costa.


O livro que você tem em mãos agora é fruto de um desejo genuíno e de um estado alarmante de reconhecimento do desamparo humano. Quando a autora deparou-se com Macabéa, soube, assim como Rodrigo S.M. sabia, que não podia se abdicar de falar sobre a vida dessa pobre criatura. Assim, o livro aborda as noções de feminilidade e de desamparo a partir da leitura do último romance da escritora Clarice Lispector, intitulado A hora da estrela. O percurso metodológico adotado no presente estudo consiste em uma revisão bibliográfica que privilegia o referencial teórico freudiano. O intuito do estudo pode ser divido em três aspectos centrais: o primeiro reside em abordar o romance e a própria peculiaridade da literatura lispectoriana, demonstrando como ambos são importantes e podem realizar articulações próprias e peculiares com a teoria psicanalítica; o segundo trata de abordar como ocorrera a construção da noção de feminilidade na teoria freudiana e, com isso, possibilitar um entendimento maior do motivo de se utilizar de tal teoria para entender o funcionamento de uma personagem literária; e o terceiro consiste em realizar aproximações entre as noções de desamparo, arte poética e tragicidade na teoria psicanalítica e no texto clariciano aqui abordado. Ademais, a autora concebe que a feminilidade e o desamparo são a expressão máxima da falta humana e que há maneiras de lidarmos com essa verdade tão avassaladora, inclusive por meio da arte poética. Ainda que as marcas deixadas por essas verdades, que são compostas de tragicidade e conflito, sejam demasiadamente rígidas, a Psicanálise e a arte fornecem-nos subsídios para enfrentá-las.