Fios que (Des)atam Diálogos entre Ficção e História uma Leitura de Mad Maria de Márcio Souza

Ref: 978-65-250-2344-1

Esta pesquisa debruça-se a ler, interpretar e discutir o romance Mad Maria, de autoria de Márcio Souza, com a ?nalidade de observar o diálogo entre ?cção e história nele presente. Com base na hipótese de que esta obra é concebida como novo romance histórico, conforme os traços apresentados por Seymour Menton (1993), este estudo focaliza uma análise que diferencia Mad Maria dos romances históricos de matriz scottiana, assim como visualiza a estrutura interna da obra, a qual é comandada por um narrador que domina toda a narrativa: o artí?ce romanesco constitui espaços no tempo presente que dialogam entre si. Esse tempo presente está em constante relação com o passado, por meio da memória das personagens trazidas pelo narrador.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 42,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 18,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-2344-1


ISBN Digital: 978-65-250-2337-3


Edição:


Ano da edição: 2022


Data de publicação: 01/04/2022


Número de páginas: 105


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Jeciane de Paula Oliveira.

Esta pesquisa debruça-se a ler, interpretar e discutir o romance Mad Maria, de autoria de Márcio Souza, com a ?nalidade de observar o diálogo entre ?cção e história nele presente. Com base na hipótese de que esta obra é concebida como novo romance histórico, conforme os traços apresentados por Seymour Menton (1993), este estudo focaliza uma análise que diferencia Mad Maria dos romances históricos de matriz scottiana, assim como visualiza a estrutura interna da obra, a qual é comandada por um narrador que domina toda a narrativa: o artí?ce romanesco constitui espaços no tempo presente que dialogam entre si. Esse tempo presente está em constante relação com o passado, por meio da memória das personagens trazidas pelo narrador.