Síndrome de Clérambault: Sua Autonomia e Episteme

Ref: 978-65-250-1914-7

No livro Síndrome de Clérambault - Sua autonomia e episteme, Matheus Mazzocato Rivas Gomes retoma as teses do grande nome da escola francesa de psiquiatria, Gaëtan Gatian de Clérambault, e faz uma leitura minuciosa e abrangente da sua diversi?cada e longa fortuna crítica. Desde muitos séculos, a relação dos excessos amorosos com a melancolia ou a loucura é discutida não só por poetas e ?lósofos, mas também no âmbito médico. Clérambault soube como ninguém explicar e classi?car a ocorrência de delírios eróticos na ausência de outro distúrbio do pensamento, personalidade ou afeto.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-1914-7


Edição:


Ano da edição: 2022


Data de publicação: 03/06/2022


Número de páginas: 172


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Matheus Mazzocato Rivas Gomes.

No livro Síndrome de Clérambault - Sua autonomia e episteme, Matheus Mazzocato Rivas Gomes retoma as teses do grande nome da escola francesa de psiquiatria, Gaëtan Gatian de Clérambault, e faz uma leitura minuciosa e abrangente da sua diversi?cada e longa fortuna crítica. Desde muitos séculos, a relação dos excessos amorosos com a melancolia ou a loucura é discutida não só por poetas e ?lósofos, mas também no âmbito médico. Clérambault soube como ninguém explicar e classi?car a ocorrência de delírios eróticos na ausência de outro distúrbio do pensamento, personalidade ou afeto. Acontece que, atualmente, a erotomania pura costuma ser diagnosticada secundariamente ao transtorno delirante. No entanto, a pesquisa realizada pelo autor levanta evidências teóricas e clínicas de que a chamada síndrome de Clérambault deveria ser uma entidade clínica autônoma. Para tanto, examina textos clássicos e estudos atuais de várias tradições psicopatológicas e, não menos importante, faz uma crítica contundente aos critérios nosográ?cos das últimas versões do Manual diagnóstico e estatístico dos transtornos mentais. Este livro audacioso e instigante é uma contribuição original para a formação ou atualização não somente de psicólogos e psiquiatras, mas de todos que se interessam pela história da psicopatologia e, principalmente, pelas relações entre paixões amorosas e manifestações do sofrimento psíquico.